Quem é Marcos Bagno

Foto_sobre

Biografia

É professor do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução da Universidade de Brasília, doutor em filologia e língua portuguesa pela Universidade de São Paulo, tradutor, escritor com diversos prêmios e mais de 30 títulos publicados, entre literatura e obras técnico-didáticas. Atua mais especificamente na área de sociolinguística e literatura infanto-juvenil, bem como questões pedagógicas sobre o ensino de português no Brasil. Em 2012 sua obra As memórias de Eugênia recebeu o Prêmio Jabuti.

Obras

Lista incompleta

  • A invenção das horas (contos) (1988)
  • O papel roxo da maçã (infantil) (1989)
  • Rua da Soledade (contos) (1995)
  • A Língua de Eulália (novela sociolinguística) (1997)
  • Pesquisa na escola: o que é, como se faz (1998)
  • Preconceito linguístico: o que é, como se faz (1999)
  • Dramática da língua portuguesa: tradição gramatical, mídia & exclusão social (2000)
  • Português ou brasileiro? Um convite à pesquisa (2001)
  • Norma linguística (org.) (2001)
  • Linguística da norma (org.) (2002)
  • Língua materna: letramento, variação & ensino (org.) (2002)
  • O espelho dos nomes (infantil) (2002)
  • A norma oculta: língua & poder na sociedade brasileira (2003)
  • Murucututu, a coruja grande da noite (infantil) (2005)
  • Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação linguística (2007)
  • Não é errado falar assim! Em defesa do português brasileiro (2009)
  • As caraminholas de Barrigapé (infantil) (2009)
  • Vaganau (poesia) (2010)
  • Gramática: passado, presente e futuro (2010)
  • Gramática, pra que te quero? Os conhecimentos linguísticos nos livros didáticos de português (2011)
  • Festa no meu jardim (infantil) (2011)
  • O tempo escapou do relógio (infantil) (2011)
  • As memórias de Eugênia (romance) (2011)
  • Gramática pedagógica do português brasileiro (2012)
  • Conversa de gatos (infantil) (2012)
  • Gramática de bolso do português brasileiro (2013)
  • Sete erros aos quatro ventos: a variação no ensino de português (2013)
  • Marcéu (infantil) (2013)


.

10 comentários sobre “Quem é Marcos Bagno

  1. Professor Marcos Bagno,

    Escrevi o texto em forma de email (mbagno@terra.com.br), mas a mensagem retornou. Resolvi postar aqui!
    Antes, li alguns comentários acima e vi que algumas pessoas (ou uma apenas?) fazem severas críticas à sua obra, como Jesus Cristo, na cruz, pensei as mesmas palavras do homem no ápice de seu sofrimento: “Perdoai-lhes, eles não sabem o que falam”! Será? Ou isso é fruto da “sacanagem” que estão fazendo com o nosso país.

    De qualquer maneira, segue, em ordem inversa, com admiração, essas poucas linhas!

    Abraços!

    Nem sei se este email irá chegar até você, mas como dizem alguns de meus alunos da EJA, “bora lá” escrever o que sua escrita suscitou em mim (antes e agora).

    Desde tempos imemoriais (talvez, no terceiro Congresso de Leitura do Brasil) que trago em minha estante uma de suas obras: “Preconceito Linguístico”. No correr da vida, na labuta de homem que habita um tempo quase insuportável, de vez em quando, tiro essa obra da estante e passo, com carinho, os olhos nela. Gosto da sua escrita, de modo geral. Em especial, gosto desse livro que, escrito há tanto tempo, faz parte de modo quase indissociável da minha própria vida (exageros, à parte).

    O que mais me marcou, sem dúvida, além do tom politicamente correto e arriscado para os dias de hoje, foi a grandeza do homem por detrás do escritor, pensador e sujeito de muitas línguas… a marca maior que trago em mim desde a primeira leitura do seu texto foi associar a imagem da capa com o significado da presença daquelas pessoas em sua vida. Isso, deveras, foi uma “sacada” das mais significativas para um homem das letras.

    Nunca esqueci.

    Agora, tentando ingressar como docente em uma universidade pública, retomo o seu texto. Quanta coisa boa passa por minha cabeça, meu caro! Saber da existência de pessoas tão “extraordinariamente especiais” como você, me faz acreditar mais e mais na possibilidade de mudança.

    Bom retomar a leitura e lembrar, de modo mais preciso, de tudo aquilo que ela suscitou em mim. Sem dúvida, me tornou um homem mais tolerante, mais impregnado com as questões sociais, mais humano…

    Assim, paro tudo o que estou fazendo e tento transmitir essa resenha. Coração pulsa forte e diz que é preciso agradecer, com humildade, ao escritor de tantas palavras necessárias para o mundo (ontem, hoje, quiçá, amanhã)… se você ler essas palavras, ficarei feliz (não sei se chegará até você), se não, estou feliz em dizê-las para mim mesmo!

    Abraços fraternos de um irmão (de ideias e da crença ainda utópica de um mundo menos preconceituoso, mais igualitário e fraterno)!

    Joaquim Ramos

  2. E quem estuda para concursos, agradece!
    É reconfortante ter alguém pra passar a mão na sua cabeça e dizer: Isso mesmo, burrinho! Continue assim!
    Agora é nóis! Istudar gramática pra kê, né? Concurso público? Quem precisa?
    Comprem mais dos meus livrinhos! Assim, eu ganho mais com sua burrice! Desde que eu ganhe e você perca, tá valendo!
    Você é uma desgraça na educação brasileira, “professor”. Nunca fui com sua cara. Como pode se aproveitar da burrice alheia? Isso chega a ser nojento. Só burro mesmo pra apoiar essa baboseira toda.

  3. Tenho em mãos a “Gramática Pedagógica do Português Brasileiro” que adquiri após ler o livro “Norma Oculta” e não poderia estar mais feliz e eu diria, principalmente, mais livre em relação à língua que falo.

  4. Comprei A Lingua de Eulalia e estou lendo aos poucos e gostando muito. Sou escritora, autora de A Paz do Meu Avo e muito interessada em lingua portuguesa, em seus mais variados aspectos.
    Parabens por este livro e, irei atras de outros.
    Abraço!

  5. Oi meu nome é edinaldo tenho 19 anos e gosto muito de ler , mais não gostava de português , mais quando comecei a ler seu livro me apaixonei por português . Estou lendo seu livro de Gramática, pra que te quero .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s